Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC)

O Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC) é um programa da responsabilidade da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), que tem por objetivo prioritário apoiar financeiramente iniciativas que promovam a eficiência e redução do consumo de eletricidade nos diferentes segmentos de consumidores.

PPEC 2017-2018

A APED promove uma ação de apoio ao investimento no âmbito do PPEC 2017-2018, através de duas medidas dirigidas ao setor do Comércio e Serviços, aprovadas pela ERSE e Direção Geral de Energia e Geologia.

  • Medida APED TC01 - Substituição de tecnologias de iluminação – Iluminação LED
  • Medida APED TC02 – Instalação de motores de comutação eletrónica nos ventiladores dos expositores de frio.

APED TC01 – Substituição de tecnologias de iluminação – Iluminação LED

Objetivo:

  • Substituição de 42.559 lâmpadas fluorescentes tubulares do tipo T8 por lâmpadas LED tubulares do mesmo tipo.

Vantagens da tecnologia LED face à iluminação incandescente ou fluorescente:

  • Maior eficiência, superior a 100 lm/W (incandescência ≈ 18 lm/W, halogéneo ≈ 30 lm/W, fluorescentes ≈ 90 lm/W).
  • Menor geração de calor.
  • Maior duração, com vida útil superior a 30.000 horas não sendo afetada pela frequência da operação ligar/desligar.
  • Maior robustez, com ausência de partes móveis e picos de corrente.
  • Ausência de ruído e vibração.
  • Ausência de radiação ultravioleta.

APED TC02 - Instalação de motores de comutação eletrónica nos ventiladores dos expositores de frio

Objetivo:

  • Substituição direta de 18.000 motores SP por motores ECM mantendo os restantes componentes (tipo de hélices, anéis e grelhas de proteção).

Vantagens dos motores ECM face aos motores SP:

  • Maior eficiência, permitindo uma redução de cerca de 2/3 no consumo energético.
  • Aproximadamente, o dobro da vida útil e menores necessidades de manutenção, o que permite uma redução nos custos de operação.
  • Menor produção de calor, significando assim uma otimização em toda a cadeia de produção/utilização de frio.
  • Baixo custo de substituição, uma vez que mantém a estrutura externa semelhante aos motores tradicionais.

Critérios de Seleção:

  • Setor: Comércio e Serviços (CAE 36 a 96).
  • Cumprimento da regra de minimis.
  • Requisitos técnicos dos equipamentos.
  • Cumprimento dos Rácios Benefício-Custo (RBC) de cada Medida.

O programa decorre até ao final de 2018. Mais informações estão disponíveis através do email: geral@aped.pt

Edição anterior

A APED participou na edição anterior do PPEC (2013-2014) através de duas medidas dirigidas ao setor do comércio e serviços: uma direcionada para a substituição de iluminação e outra aplicável às centrais de frio, cuja implementação terminou em dezembro de 2016.

A medida destinada à substituição de iluminação fluorescente por LED apresentou no final programa uma taxa de execução de 89,8%, à qual correspondeu uma poupança anual esperada de 6.296MWh/ano.

Quanto à medida relativa a centrais de frio centralizadas, foram instalados sistemas de controlo em cerca de 235 centrais, aos quais corresponde uma poupança esperada de 4.727MWh/ano e uma taxa de execução de 100%.

Na totalidade, conseguiu-se uma redução de consumos anual de 11.023MWh/ano em consumidores do setor de Comércio e Serviços, equivalendo ao consumo anual de cerca de 4.434 famílias. Esta redução de consumos equivale a uma poupança de cerca de 4.078 toneladas de CO2, durante o tempo de vida útil dos equipamentos (cerca de 5 anos para iluminação LED e de 14 anos para os controladores eficientes das centrais de frio), correspondendo a um benefício societal de 11 milhões de euros durante o tempo de vida útil dos equipamentos.

O valor de investimento com a aplicação destas duas medidas rondou os 2,5 milhões de euros, para um incentivo global de 642.402€.


Medidas financiadas no âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica, aprovado pela ERSE.