Setores do retalho e grossista geram 39% dos donativos em Portugal

iStock-476254690.jpg

Os setores do retalho e grossista geram 39% dos donativos a nível nacional, sendo as empresas destas áreas as que mais pesam no montante total de doações, revela o estudo “O papel das empresas na comunidade – retrato dos donativos em Portugal”, desenvolvido pela empresa Informa D&B em parceria com a consultora Sair da Casca.

Em Portugal, 1,8% da receita anual das empresas segue para donativos, média superior à europeia situada nos 1,04%, segundo a análise do London Benchmarking Group publicada este mês. Só em 2014, 139,8 milhões de euros foram direcionados para causas sociais, com uma contribuição média de 381 euros por empresa.

O estudo indica ainda que a Educação e a Solidariedade são as causas mais apoiadas pelas empresas portuguesas, seguidas do Ambiente, Saúde, Cultura e Desporto. Porém, estas “querem contribuir não apenas com financiamento mas também com competências e que manifestam o seu interesse em seguir o desenvolvimento dos projetos”.