Confiança do consumidor aumenta

iStock_34712682_SMALL.jpg

O indicador de confiança dos Consumidores aumentou em setembro e outubro, após ter diminuído nos três meses anteriores, revelam dados do Instituto Nacional de Estatística. Este aumento deveu-se ao contributo positivo de todas as componentes, perspetivas relativas à evolução da situação económica do país, da situação financeira do agregado familiar, da poupança e do desemprego.

Positivos revelam-se também os dados referente à realização de compras importantes que aumentou em outubro, prolongando o movimento ascendente iniciado em janeiro e atingindo um novo valor máximo desde janeiro de 2004. O saldo das expetativas de realização de compras importantes estabilizou em outubro, após ter registado no mês anterior o valor máximo desde abril de 2010.

O saldo das opiniões sobre a evolução dos preços estabilizou em outubro, após ter diminuído nos quatro meses precedentes. As expetativas de evolução dos preços aumentaram em outubro, interrompendo o movimento descendente observado desde maio.