Chiado sobe no ranking das localizações de retalho mais caras do mundo

iStock-521625194.jpg

Com uma renda anual de 1.200 euros por metro quadrado, o Chiado subiu duas posições no ranking das localizações de retalho mais caras do mundo. Segundo o estudo Main Streets Across the World da consultora Cushman & Wakefield, o bairro lisboeta ocupa o 34º lugar, sendo que a 5ª Avenida, em Nova Iorque, a Causeway Bay, em Hong Kong, e os Campos Elísios, em Paris, encabeçam a lista.

“Este resultado reflete o dinamismo que se continua a verificar no comércio de rua, o qual além da recuperação económica, tem vindo a beneficiar do forte crescimento do turismo e incremento da reabilitação urbana”, esclarece Marta Esteves Costa, diretora do departamento de research e consultoria da Cushman & Wakefield.

Entre os destinos de comércio em crescimento em Portugal contam-se o Cais do Sodré, em Lisboa, e a Rua das Flores, no Porto. Em comunicado, a consultora revela ainda que a capital portuguesa e o Porto são duas das cidades que fazem parte do plano de expansão dos retalhistas internacionais.