Notícias

Transformação do Retalho e Distribuição exige investimento de 600 mil milhões de euros

25-10-2022

Até 2030, o setor europeu do Retalho e Distribuição terá de investir 600 mil milhões de euros para responder à rápida transformação do negócio. Esta é a principal conclusão do estudo “Transforming the EU Retail & Wholesale Sector”, realizado pelo EuroCommerce e pela McKinsey.

O estudo sublinha a necessidade de uma “tripla transformação” em torno de pontos-chave: sustentabilidade, digitalização e competências. Para isso, será necessário um montante adicional de até 1,6% das receitas anuais para ajudar a responder à evolução das exigências dos consumidores, a descarbonização e o crescimento do e-commerce.

A escalada dos preços da energia e a inflação recorde, a pandemia COVID-19, as ruturas da cadeia de abastecimento e a guerra na Ucrânia levaram muitos players a adiar o investimento para proteger a sua viabilidade económica futura. O relatório aponta aos retalhistas a necessidade de encontrar formas de transformar o setor de uma forma que equilibre os objetivos de curto e longo prazo, minimize o impacto da crise energética, promova a eficiência operacional e melhore a experiência do consumidor.

Juan Manuel Morales, presidente do EuroCommerce, salienta a importância dos inputs identificados no relatório. “Na atual crise, o desafio global para o sector retalhista e grossista é ser reconhecido pelos decisores políticos como um sector que presta um serviço essencial a todos os cidadãos, que é responsável por um número significativo de postos de trabalho e que apoia as comunidades locais. Para continuar a fazê-lo, os retalhistas, de todas as dimensões, necessitarão de apoio para realizar os grandes investimentos que o relatório identificou”.

O estudo está disponível aqui.