Notícias

Private labels no caminho da sustentabilidade

18-05-2022

A APED esteve presente nas conferências Private Label Iberia 2022, que se realizaram a 17 e 18 de maio, onde Mónica Ventosa, Diretora Geral Adjunta da APED, participou num painel intitulado “Green Revolution: O que torna as Private Label mais ecológicas?”.

Em destaque esteve o papel das private labels na promoção de soluções mais sustentáveis e ecológicas. Hoje, as private label acrescentam valor ao mercado com preços equilibrados, qualidade e inovação. Ao longo dos últimos anos, as marcas próprias têm-se valorizado através da relação preço/qualidade, da reformulação de ingredientes, na diversificação de produto para consumidores com restrições alimentares e nas questões ambientais e de sustentabilidade e de ecodesign de embalagens.

Na sua intervenção, Mónica Ventosa esclareceu que as práticas sustentáveis não são novidade para o setor da distribuição. Há largos anos que têm vindo a ser tomadas medidas quer numa perspetiva global e integrada, através da APED, quer do ponto de vista individual, por parte das insígnias. Os esforços levados a cabo refletem-se em documentos de referência e instrumentos de trabalho como a ‘Carta da Sustentabilidade’, o ‘Guia de Boas Práticas Ambientais’ e o ‘Compromisso Circular’.

No que diz às empresas do setor, estas têm vindo a desenvolver diferentes iniciativas voluntárias, entre as quais se contam a aposta no ecodesign de embalagens de produtos de marca própria, na venda de produtos a granel e na disponibilização de sacos reutilizáveis para transporte das compras, soluções que contribuem para minimizar o impacte ambiental associado ao material plástico.

Em conclusão, a APED ressalvou que a adoção dos princípios de sustentabilidade nas private label é um passo irreversível face à transição verde e tecnológica em curso e deve ser encarada como um novo fator de diferenciação.