Notícias

CIP e APED pedem revisão da matriz de risco, fim das limitações aos horários e dos rácios restritivos

21-07-2021

A APED contribuiu de forma ativa para as medidas propostas ao Governo, pelo Conselho do Comércio Serviços e Consumo da CIP, para ajudar a recuperar a economia sem por em causa o combate à pandemia.

Perante as graves consequências económicas e sociais causadas pela pandemia, afetando grandemente as empresas ligadas ao turismo e comércio, e face ao aparecimento de uma nova vaga da pandemia que veio interromper os sinais de recuperação, as empresas pedem outro rumo e critério na tomada de decisão e na implementação de medidas de controlo. Estas devem ter em conta o contexto vivido atualmente, numa altura em que o processo de vacinação está a ter um impacto positivo, e que  não prejudiquem ainda mais a situação das empresas.

São cinco as medidas propostas ao Governo pelo Conselho do Comércio, Serviços e Consumo da CIP para garantir a sobrevivência das empresas e promover a retoma económica: reajustamento da matriz de risco, passando a considerar o impacto da vacinação na evolução da situação pandémica; levantamento das restrições aos horários de encerramento dos estabelecimentos e circulação das pessoas; eliminação da testagem à porta do estabelecimentos; revisão do conceito e das condições em que se aplica o isolamento profilático; eliminação ou aumento do rácio de pessoas por metro quadrado nos espaços comerciais.

A APED vai continuar a defender o sector promovendo um equilíbrio entre “economia e saúde pública”.