Notícias

Limitação de horários fomenta concentração de pessoas à porta das lojas

20-04-2021

A APED alerta que as limitações de horários impostas aos espaços de Retalho Especializado criam condições para uma grande concentração de pessoas junto à entrada das lojas e apela ao aumento do rácio de clientes em loja.

Em declarações à SIC Notícias esta segunda-feira, o Diretor-Geral da APED, Gonçalo Lobo Xavier, apelou ao bom senso do Governo para a revisão do limite de cinco pessoas por 100m2, um rácio sem paralelo na Europa.

“A limitação de horários ao fim-de-semana é fator perturbador do bom funcionamento dos espaços comerciais. Concentrar as compras em horários reduzidos só contribuirá para provocar ajuntamentos de pessoas à porta das lojas, precisamente aquilo que se quer evitar. Implementar estas limitações não tem em conta o grande investimento feito para a reabertura dos espaços comerciais com total segurança para clientes e colaboradores e penaliza o setor do retalho especializado, que foi literalmente fustigado desde o início da pandemia”, afirmou Gonçalo Lobo Xavier.

Portugal continua a ter um limite de cinco pessoas por 100 metros quadrados, quando países como Espanha ou França, têm o dobro e são mais suaves nas medidas que impactam o comércio e a venda de bens essenciais.

“A passagem de cinco para 10 pessoas, como temos vindo a propor ao longo dos últimos meses, permitiria um maior tráfego em loja, com a mesma segurança e com maior possibilidade de terminar com as filas à porta das lojas. Os espaços comerciais têm todas as condições para receber mais pessoas com total segurança. Isso mesmo poderá ser confirmado pela Direção-Geral da Saúde”, acrescentou o Diretor-Geral da APED.

A APED apela ao Governo para que estas medidas, sem qualquer efeito prático na defesa da saúde pública, sejam revistas, criando condições para que os espaços comerciais, em particular do Retalho Especializado, possam tentar retomar alguma normalidade nas suas operações.

Veja aqui as declarações do Diretor-Geral da APED à SIC Notícias.