Notícias

Logística e Distribuição são setores essenciais na descarbonização da economia

24-02-2021

A APED participou esta terça-feira na webtalk “Os impactos da logística e da distribuição”, inserida na iniciativa “50 para 2050”, promovida pelo Expresso em parceria com a BP, que tem vindo a debater as alterações climáticas, o futuro do setor energético e as medidas para atingir a neutralidade carbónica em 2050.

Na sua intervenção, Gonçalo Lobo Xavier sublinhou que as metas de sustentabilidade levarão a mudanças de comportamentos e a opções comerciais e estratégicas que terão impacto na indústria, no retalho, no consumo e na forma de relacionamento. “O setor tem de ser muito eficiente em toda a sua dimensão e cadeia de valor para comprar bem, transportar bem e ter uma cadeia logística eficiente para que possa ser um setor sustentável para manter emprego, inovação e investimento”, sublinhou o Diretor-Geral da APED, que também representou a CIP no debate.

Gonçalo Lobo Xavier apontou ainda que existe uma nova realidade que veio ser potenciada pela pandemia – a partilha de soluções de mobilidade. A necessidade de as empresas e cidades se reinventarem do ponto de vista de transporte é algo que veio para ficar. No caso do setor do retalho, isso torna necessário que se invista em pequenas, médias e grande empresas para promover o equilíbrio económico entre a utilização da tecnologia e a sustentabilidade das próprias empresas.

A salvaguarda dos direitos dos consumidores numa era onde prevalece a digitalização da economia e a economia circular é um desafio sublinhado por Gonçalo Lobo Xavier. “No retalho somos agentes ativos de partilha de comunicação e de boas práticas junto do consumidor. O consumidor hoje está cada vez mais informado e interessado em perceber quais são as soluções e opções que pode tomar do ponto de vista de opção de compra e também qual o seu papel na sustentabilidade dos negócios e do ambiente”.

Reveja esta webtalk aqui.