Notícias

Espaços comerciais são pontos de segurança e confiança, diz a APED

02-06-2020

Os espaços comerciais, nomeadamente as grandes superfícies, “não são eles em si mesmo um foco de insegurança”, afirmou hoje Gonçalo Lobo Xavier, no webinar organizado pela associação em parceria com a consultora EY. O diretor-geral da APED, sublinhou que, “pelo contrário, estes foram locais onde o retalho alimentar continuou a funcionar, transmitindo uma enorme segurança aos cidadãos e que conseguiu impor um conjunto de regras e fazer uma mostra do que deve e pode ser feito para evitar o alastrar desta pandemia”.

Quando questionado sobre as medidas tomadas pelo Governo para mitigar o impacto da pandemia nas empresas, Gonçalo Lobo Xavier salientou a eficácia do lay-off, defendendo o seu prolongamento para colmatar situações como, por exemplo, o adiamento da reabertura das lojas em centros comerciais na zona de Lisboa. No âmbito do incentivo às empresas, destacou ainda como importante a autorização governamental para alargamento do período de saldos.

Este webinar decorreu hoje, 2 de junho, e foi dedicado à reflexão sobre os desafios e as oportunidades na transição estruturada e planeada do retorno ao local de trabalho quer nesta fase de desconfinamento quer numa etapa pós-desconfinamento.

Contou com os contributos de Javier Vello Cuadrado (EY MED Leader, Consumer Products & Retail), Marta Santos (Associate Partner EY, People Advisory Services) e Sérgio Ferreira (Executive Director EY, Advisory Services) e de dois exemplos práticos de gestão de colaboradores e equipas apresentados pelos retalhistas Sonae (com a intervenção de Ana Vicente, Head of People & Leadership) e FNAC (com Joaquim de Almeida, Diretor de Recursos Humanos).